LIBERDADE DE OPINIÃO

O objetivo desse blog não é criticar negativamente as crenças e conceitos de outrem. É um exercício de reflexão com o mais puro sentimento de liberdade e de amor ao próximo. São textos de um mero estudante descobrindo o universo que vivenciamos.



domingo, 17 de março de 2013

INVOLUÇÃO



Esse estudo sucinto é baseado num tema abordado numa conversa no Capítulo Rosacruz Boa Viagem, como ele nos remete análise serena e profunda, demanda de certa forma, ainda, muito estudo e comparações, porém, é fato que dada à importância do processo evolutivo é natural que as pessoas se prendam em aspectos não muito difundidos ou não levados em conta os reais propósitos que devemos ter em vida...  Levar e elevar os conhecimentos da humanidade dentro de uma visão de liberdade, igualdade e fraternidade, para que ela, então, tenha LUZ, VIDA E AMOR em seu caminho...

PROCESSO NATUAL DA VIDA

Sob os aspectos da ciência a Involução não foi comprovada. Dentro da teoria evolucionista ela não existe.











Simples ilustração

Importante entender que algumas estruturas podem ser semelhanças entre organismos, mesmo esses diferentes entre si, porém, com mesma origem. Mas, mesmo com desenvolvimento semelhante e origem embrionária igual, podem exercer funções diferentes entre as diversas espécies. Portanto, o não aparecimento de características em gerações futuras não quer dizer que houve involução, porém, dentro do processo evolutivo, há um novo modo de vida que utiliza outras características.


PROCESSO MÍSTICO

Observamos que há no processo místico três corpos comumente estudados, a saber:

·         Corpo físico;
·         Corpo Astral (Psíquico);
·         Corpo Mental (Espiritual).

Para o ser vivo alguns aspectos que analisamos com relação à involução, pode está erroneamente relacionada a enxergarmos apenas um desses corpos ou simplesmente em um tipo de comportamento enquanto um ser humano em vida e para vidas futuras, no campo da reencarnação. Quando em contexto geral poderíamos analisar mais profundamente o conjunto desses três corpos, mas para isso, é claro, necessitamos ter conhecimento das funcionalidades deles. Dessa forma, permitirá entender os aspectos EVOLUTIVOS, para então começarmos a vislumbrar a relação com o aspecto UNIVERSAL.

Isso permite uma definição a partir da base de conhecimento, avaliando os “marcos históricos a respeito do tema”. Mitigando toda a supertição e fantasia a respeito, inclusive, as de linhas religiosas e doutrinárias. Algumas tradições antigas, principalmente na pré-história e antiguidade, acreditam na METEMPSICOSE, porém, hoje se verifica que esse processo não é condizente com um processo evolutivo. O Livro dos Espíritos, uns dos livros base do Espiritismo Kardecista, no Capítulo XI – 2ª parte, trata desse assunto e também é coerente com a posição da tradição Rosacruz, antiga e aceita, de que ela não procede. O princípio base é que um ser humano em sua nova reencarnação não poderá nascer num corpo de um ser inferior (animal), pois como poderá ele em sua “bagagem” Kármica compensá-la em uma espécie inferior.

Todavia, devido a serie de interpretações dadas pelas tradições aos animais, pode-se dizer que dentro de uma dimensão cognitiva da linha de conhecimento tácito algumas crenças tiveram influências de modo a não permitir uma evolução mais elevada do ser humano, tornando-o prisioneiro de coisas que não entendiam na essência. No livro Quadro Natural – Das Relações Que Existem Entre Deus, O Homem e o Universo, página 286, publicado pela Biblioteca Rosacruz e Editado originalmente pela Diffusion Rosicrucienne, cujo autor é Louis-Claude de Saint-Martin cita um exemplo conforme segue:

“Teria sido, em suma, mais útil nos ensinarem que todos os Seres corpóreos são, cada qual, um símbolo de uma faculdade invisível que lhes é análoga. Então, poderíamos tirar do touro a ideia da força, do carneiro a da doçura e da inocência, do bode a de putrefação e da iniquidade, e assim por diante em todas as espécies de animais e até de todas as substâncias que eram oferecidas materialmente nos sacrifícios.”

Sendo assim, as formas que damos aos animais não corresponde a realidade humana, mesmo que eles apresentem características de comportamento e imagem a que venham servir de conforto as nossas concepções pessoais.

Rizzardo da Camino, grande estudioso e escritor maçônico em seu livro PRÍNCIPE ROSA CRUZ E SEUS MISTÉRIOS, editado pela Gráfica e Editora Aurora, página 121, comenta:

“Evolução, aqui, tem o significado de nivelamento; Jesus Cristo veio transformar todas as castas num só nível: o de IRMÃOS e consequentemente, filhos do mesmo DEUS.”

A escritora Cordélia Alvarenga de Figueiredo em seu livro Triângulo Místico Rosacruz, editado pela Editora Maçônica, página 168, cita um exemplo a respeito do Karma:

“O Karma foi o instrumento necessário para alcançar a suprema liberdade que é a Vida no Cristo. Um dos postulados do Rosacrucianismo é que o Homem físico dá à consciência as possibilidades de conhecimento e experiência no mundo material o que é de suma importância para o Ser Humano. Sendo o Homem o Ser, qualquer que seja a parte do Universo que ele habite, ele une o mais elevado Espírito com a mais baixa expressão da matéria, dando como resultado um Deus manifestado que marchará de conquista em conquista, sempre para a frente, pelo infinito a fora.”

Por fim, acredito por concepção nata e também por conhecimento adquirido que não existe INVOLUÇÃO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário