LIBERDADE DE OPINIÃO

O objetivo desse blog não é criticar negativamente as crenças e conceitos de outrem. É um exercício de reflexão com o mais puro sentimento de liberdade e de amor ao próximo. São textos de um mero estudante descobrindo o universo que vivenciamos.



sábado, 30 de junho de 2012

EM ROTA DE COLISÃO

O jornal Estado de São Paulo traz uma reportagem sobre um projeto que busca salvar a terra de possíveis colisões de asteróides, abaixo segue o link:

Asteroídes em rota de colisão

quinta-feira, 7 de junho de 2012

FIGURAS PITORESCAS

Numa cômica narrativa de uma nostálgica realidade catendense e palmarense no texto chamado A Encantadora Profissão do Lirismo do escritor Maurício Melo Júnior para o Jornal Besta Fubana. O qual falava sobre figuras pitorescas como um sapateiro e lanterneiro, os quais tinham lá suas características especiais, me chamou atenção.

Fiquei matutando em meu recinto de intelectualidade, minha rede, pois nela encontro sempre uma inspiração. Será que nas grandes metrópoles encontramos figuras pitorescas? Matutando, como bom palmarense que sou, escutei a minha consciência dizer... Apesar da modernidade das grandes cidades, encontramos principalmente nos subúrbios os atores natos, mas amadores, desse filme chamado vida. Seja um pobre doido desassistido, um bêbado andarilho insistente no ziguezague de suas palavras, um torcedor tagarela entre outros e assim se vai.

São esses atores principais ou coadjuvantes em seu humilde mundo, como tantos outros, na sua modesta forma de expressão de liberdade que nos trazem alegrias e boas recordações.

Quem não tem uma história para contar?


Texto publicado no blog Além da Escrita em 27/02/2011.
 

SALÁRIO MÍNIMO

Às vezes, me prendo na seguinte reflexão, o salário mínimo no Brasil ainda é pago? Pois, vejo dois tipos de trabalhadores, os informais na faixa da miséria e os formais. O primeiro grupo, normalmente, ganham menos que um salário mínimo. O segundo ganham mais um pouco que um salário mínimo, isso para a iniciativa privada. Mas, será que os trabalhadores do setor público ganham esse valor??? Para quer serve mesmo o salário mínimo???


Texto publicado no Blog Além da Escrita em 27/02/2011.

APAÇÃO NO NORDESTE

Lembro que cerca de duas semanas antes do apagão, ocorrido em 03.02.2011, se não me falha a memória, correu a notícia que o governo federal tem o projeto de instalar duas usinas nucleares no Nordeste, uma em Pernambuco e outra na Bahia, salvo engano. Como usina nuclear é algo polêmico, então, vamos assustar o povo…

Vou um pouco mais além, a Chesf está sob “comando” da Eletrobras, sendo que as decisões ocorrem a nível regional ainda, então, se começa a apresentar problemas operacionais, esse poder de decisão é totalmente repensado...

O mais engraçado disso tudo é que no Maranhão não houve apagão? Por que será? Na minha casa os disjuntores funcionam! Por sinal só na entrada tenho dois para se um não funcionar o outro disparar. Imagine o sistema de segurança das empresas geradoras e distribuidoras…


Texto publicado no blog Além da Escrita em 28/02/2011.

O DRAGÃO DA INFLAÇÃO


Ainda menino, ficava pensando sobre essa história de Dragão da inflação. Naquele tempo, recordo, o único Dragão que eu conhecia era o de São Jorge, visto que existiam imagens do Santo Guerreiro e do feroz animal. Ficava fazendo minhas comparações, de onde viriam esses animais? Por que expelia fogo de sua boca?

O que mais me encabulava era ter notícias de apenas dois, um na Terra, o da inflação e outro na Lua, esse último com um cavaleiro que o caçava. Minhas comparações iam mais além, porque não entendia ter alguém combatendo na lua se lá não existia gente para ele atacar. Já o da terra tem toda a humanidade. Parecia com medo do bicho homem, pois ninguém via, mas todo mundo falava nele, era o Dragão fantasma?

Hoje adulto, fico imaginando que o combate a inflação, ou melhor, ao Dragão terráqueo tem muitas formas, a principal dela o comprometimento de um governo com os gastos públicos, principalmente para não gerar déficit público, equalizando bem a Receita versus Despesa.

Quanto ao mito do Dragão, já na fase adulta, descobri que se trata de mito antigo, pois desde a idade média os “monstros” eram inimigos dos governantes. Para equalizar as contas públicas, os governantes apenas cobravam mais impostos. Os camponeses tinham uma única forma retórica para explicar aos cobradores de impostos a falta de recursos para não pagar os tributos, era que suas lavouras foram atacadas pelos imensos monstros, inicia-se a sonegação fiscal. Como se diz no dito popular: Aí o bicho pega! Os melhores cavaleiros eram designados para combater os terríveis monstros, como tudo tem uma explicação, sobreviveu por muito tempo, pois eram poucos cavaleiros para tantos ataques...

Voltando ao mundo contemporâneo os cavaleiros atuais, com suas armas estatísticas, produzem resultados surpreendentes, fazendo cortes de orçamento público, aumentando taxas de juros, mas nunca reduzindo carga tributária, ou seja, mesmo com o herdeiro dos Dragões da antiguidade voltando, a sonegação não é combatida arduamente para poder gerar superávit fiscal, criando a base para redução da carga tributária. Muito menos se combate os supostos casos de dumping dos produtos chineses, isso não quer dizer que todos estão nessa condição. Alías, o Dragão na China é símbolo nacional, algumas vezes considerados guardiões de tesouros, enquanto isso, no outro lado do mundo, o Dragão está mais para pirata...


Texto publicado no blog Além da Escrita em 01/03/2011.

LAPIS PHILOSOPHORUM

A pedra filosofal foi por muito tempo objeto de estudo dos alquimistas, eles tentavam descobrir o elixir da vida e aproximar o homem de Deus, transmutando algo do inferior para o superior, podendo transformar metais inferiores em ouro.

Na política no Brasil tem algumas coisas que me chama atenção, todavia, é mera reflexão. Trata-se da comissão que irá tratar da reforma política. Ela tem alguns temas polêmicos, tais como fidelidade partidária e político de ficha limpa, para discussão. A comissão parece está dividida em sua maioria de parlamentares de dois partidos, sendo um da oposição e outro da situação, porém, existem pelo menos 03 deles que estão sofrendo processos ou publicamente tem-se notícias que suas fichas não são nada limpas.

Mas porque fazer parte de uma comissão tão importante num processo democrático nacional? Fiquei pensando: “Não se devem colocar raposas para cuidar do galinheiro!” Seria uma pedra no sapato da transparência? Filosofando... Filosofando... Descobri que o objetivo é enriquecer o discurso, nada mais democrático. A troca de experiência entre os fichas limpas e os fichas sujas será saudável para política como um todo. O dono do galinheiro terá a segurança que as raposas não deixaram nenhum outro tipo de animal carnívoro atacar as galinhas...

Voltando aos Alquimistas, esses nos deixam uma grande indagação sobre políticos, como transformar cargos e discussões importantes em ouro? Historicamente o Brasil sempre viveu de notícias de caixa 2 em campanhas políticas, notas frias para verbas de gabinetes, assessores fantasmas etc. Ao longo do tempo algumas dessas maracutaias vem sendo combatidas.

Na capital do concreto como é conhecida Brasília, as mais diversas filosofias irão à tona, explicando como os recursos públicos para financiamento das campanhas políticas não ficaram vulneráveis nas mãos desses alquimistas políticos que o transformarão em ouro para seus próprios bolsos.

A grande questão é a conotação espiritual dessa prestação de contas, será apurada e julgada no juízo final ou pelos indicados por eles próprios...


Texto publicado no blog Além da Escrita em 04/03/2011.

CALENDAS E A TABELA DO IMPOSTO DE RENDA

No calendário romano as “calendas” eram sempre o primeiro dia de cada mês, normalmente utilizados para os pagamentos. É importante acrescentar que o dito popular “dia de São Nunca” tenha se derivado de uma expressão utilizada pelo imperador Augusto: “Ad kalendas graecas”, numa tradução simplista significa que “isso nunca vai ocorrer”.

“Temos de fazer os cálculos. Provavelmente o custo para esse ano será de algo como R$ 1,6 bilhões com a correção da tabela. Nós temos de achar uma fonte para essa nova despesa: ou renúncia de receita, ou a gente faz algum ajuste em algum tributo ou fazemos nova redução de despesa”. É a frase do ministro da fazenda a respeito da correção da tabela do imposto de renda.

Refletindo sobre a frase do nobre ministro, penso que o povo paga de uma forma ou de outra. Pelo corte no orçamento, proporcionando redução de investimento público para atendimento das necessidades básicas da sociedade ou pelo aumento de alíquota de tributo.

Vou esperar as “calendas” para ver que uma correção da tabela do IR de verdade só vai ocorrer “Ad kalendas graecas”, ou seja, no dia de São Nunca.


Texto publicado no blog Além da Escrita em 06/03/2011

AD SURDOS AURES CANERES

Quando exilado por volta do ano 8 d.c. Publus Ovídius Naso, conhecido simplesmente por Ovídio, poeta romano, utilizou de seus poemas para tentar sensibilizar o imperador Augusto, mas suas tentativas foram em vão. Então, usou uma frase em latim para definir sua ação; AD SURDOS AURES CANERES, cujo significado é cantar para ouvidos surdos.

No país em que a população está cada dia fincando mais velha, os aposentados do setor privado, terão cada vez mais dificuldades de viver com sua aposentadoria pública. É está exilado de um padrão de vida conquistado com muito esforço enquanto estava na ativa.

Solicitar que o governo reveja, também, a aposentadoria dos servidores públicos que são  beneficiados   comparado ao que receber os trabalhadores da iniciativa privada, de forma desigual,  é falar AD SURDOS AURES CANERES.


Texto publicado no blog Além da Escrita em 24/04/2011.

DECIFRANDO BESTA FUBANA

O que significa decifrar? É o ato de compreender, interpretar etc e tal... Agora juntando na mesma panela duas palavras a Besta e Fubana, mexer, deixar apurar. O que vai sair?

Besta, é uma arma utilizada na antiguidade, com um formato entre um arco de flecha e uma espingarda. Mas, em nossa língua a palavra pode ter outro significado por derivar de abestalhado. Na cultura popular nordestina, Besta pode, também, ter um significado de coisa feia, horrível, coisa do “diabo”. Já Fubana tem  significado de meretriz conforme o dicionário Aurélio. Eita coisa difícil de decifrar!

Mas teve um ilustre escritor chamado Luiz Berto em seu livro a prisão de São Benedito e outras histórias, conta da chegada do 1º helicóptero visto em minha cidade natal, Palmares, as pessoas saíram correndo pensando que era o fim do mundo, que a Besta Fubana tinha vindo pegar os pecadores. Bom! Nesse caso helicóptero pode ter o significado de Besta Fubana.

Há um site, também, do ilustre Luiz Berto, onde Besta Fubana tem outro significado, pois lá encontramos poesias, cordel, música, reportagem, caricaturas, informe artísticos, além de uma renomada galeria de colaboradores especiais em diversas colunas, tais como, a poética de Gregório Filomeno, a retórica cultura e elegância sutil de escrever do Marcelo Alcoforado, a contemporânea nostalgia eloqüente de Maurício Melo, as aventuras poéticas, lindas, de Simone Moura e Mendes, as estrofes cotidianas do menestrel do Cariri, Allan Sales, o olhar sertanejo inteligente de Jessier Quirino, a política direta de Luciano Siqueira entre tantos bons escritores. Então, Besta Fubana é o lugar de gente boa e importante.

É um site da gota serena!!!

Xiiiii! E gota serena, qual será o significado????


Texto publicado no blog Além da Escrita em 26/06/2011