LIBERDADE DE OPINIÃO

O objetivo desse blog não é criticar negativamente as crenças e conceitos de outrem. É um exercício de reflexão com o mais puro sentimento de liberdade e de amor ao próximo. São textos de um mero estudante descobrindo o universo que vivenciamos.



segunda-feira, 6 de setembro de 2010

TEOLOGIA KARDECISTA - PEQUENAS OBSERVAÇÕES SOBRE O LIVRO DOS ESPÍRITOS - Parte 2

Provas da existência de Deus

O “Livro dos Espíritos” de Alan Kardec estimula a imaginação quando pensamos em Deus, pois comenta sobre ele como sendo uma coisa que não é conhecida, mas é infinito em perfeições e abstrações. Contextualizando sua existência ele informa que verificamos Deus através das obras que não são dos homens, partindo do princípio da causa e efeito, caso contrário é afirmar que o nada pode criar alguma coisa.

Pensando solitariamente sobre o NADA, algumas correntes que compõem o pensamento religioso o colocam como parte integrante de Deus. 

O livro relata o sentimento instintivo do ser humano sobre a existência de um ser superior. Expõe que se esse sentimento não é fruto da cultura (educação), assim poucos os teriam. De fato acreditar num ser superior é uma coisa nata, as crianças sentem isso logo ao nascer com a necessidade de proteção da Mãe e do Pai.

Por fim, o livro explica que dentro das propriedades íntimas da matéria encontra-se a causa primária.

Ao analisarmos com um pouco mais de calma, estando à causa primária dentro da matéria e partindo do princípio físico da teoria da relatividade de Albert Einstein onde a matéria é energia em estado condensado, então configura ai um sentido Panteísta do espiritismo Kardecista, já que sendo o mundo formado por matéria e energia, então, Deus estará em todos os lugares.

Fernando Monteiro, 06 de setembro de 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário