LIBERDADE DE OPINIÃO

O objetivo desse blog não é criticar negativamente as crenças e conceitos de outrem. É um exercício de reflexão com o mais puro sentimento de liberdade e de amor ao próximo. São textos de um mero estudante descobrindo o universo que vivenciamos.



terça-feira, 28 de setembro de 2010

MAÇONARIA DE MINHA TERRA

Um texto simples para uma homenagem simples... Quando ainda naquela fase que deixava de ser criança para iniciar o caminho da juventude, sentava com meu amigo Tito e outros ao lado da casa dele, no batente da Loja Maçônica de Palmares, aquela que meu avô já fez parte...

Tantos nomes de maçons ilustres para o município, tais como Zé Paulino, Abel, Paulo da Veneza, Romero, Paulo Profeta, Domingos, Tonho da Farmácia, Ivanildo da Excelsior entre outros que eu não lembro agora, mas todos dentro de Ordem Fraternal que eu sempre achei a mais fechada que já pude ver. Não que isso seja ruim, mas que o trabalho em silêncio é aquele que rende mais. Que o Grande Arquiteto do Universo abençoe aqueles que hoje a perpetua. 

Saindo de minha terra natal para ir morar na capital Pernambucana, me deparei com um desejo desde criança de conhecer a maçonaria, assim era como eu dizia... Mas, no momento de nostalgia, hoje, precisamente hoje... Como uma criança alegre que acaba de ganhar um presente, descubro que a primeira Loja Maçônica de Pernambuco é a da minha terra natal...

Fernando Monteiro, 28 de setembro de 2010.

Um comentário:

  1. A sensação que eu tenho quanto a maçonaria é essa também, de um grupamento eminentemente local, mais ligado ao convivio social imediato, com desejo de intervenção direta neste ambiente social ao qual pertence, e no qual respira. A melhoria do homem maçon tem ligação com sua ação na sua comunidade, independente de seus atributos interiores espirituais. Enquanto a Rosacruz é uma Ordem para dentro, a Maçonaria é uma Ordem para fora, digamos assim.

    M

    ResponderExcluir