LIBERDADE DE OPINIÃO

O objetivo desse blog não é criticar negativamente as crenças e conceitos de outrem. É um exercício de reflexão com o mais puro sentimento de liberdade e de amor ao próximo. São textos de um mero estudante descobrindo o universo que vivenciamos.



domingo, 12 de setembro de 2010

DINASTIAS EGÍPCIAS

A explicação mais conhecida para o surgimento da cultura Egípcia são os nômades que ao se fixarem as margens do Rio Nilo formaram pequenos povoados que eram chamados de nomos, surgidos da união de diversos clãs de famílias, tornando-se principados, que eram regidos por nomarcas. Essas formações se deram pela necessidade de trabalho no cultivo as margens do rio, inclusive, construções, tais como canais e barragens para proteção contra as enchentes.

Podemos denominar DINASTIA como sendo uma série de sucessão de soberanos de uma mesma família ou pessoas aliadas, por diversas gerações, exercendo algum poder ou influência. O Egito foi regido por mais de 30 dinastias com diversos faraós longo de sua história.

O período pré-dinástico é compreendido entre os anos 5.000 e 3.100 antes de Cristo. Nele compreende o desenvolvimento de diversas culturas que antecederam ao grande império Egípcio, as quais tiveram o papel importante na sua formação ao longo do tempo.

Os intervalos das dinastias são classificados da seguinte maneira:

• Época tinita: I e II dinastia;
• Império antigo: da III a XI;
• Império médio: da XI a XVII;
• Império novo: da XVIII a XXV;
• Império baixo: da XXVI a XXXI

O Egito foi um berço de uma avançada cultura e de grande religiosidade que veremos em textos posteriores.

Fernando Monteiro, 12 de setembro de 2010.

Um comentário:

  1. Fernandinho, PP

    Recebi seu Messenger e Skype e já adicionei.
    Outra coisa: Na entrada de seu blog, a palavra
    MAÇONS, está grafada como MARÇONS. Desculpe o chato do seu Irmão, mas este feedback é legal.
    Paz pra voce.

    M

    ResponderExcluir